top of page

Centauro surpreende e compra produtora do canal Desimpedidos por R$ 60 milhões.

Atualizado: 8 de abr. de 2022

Aquisição de empresa de vídeos de esportes visa atrair consumidores para a varejista, ao permitir promoção das marcas da empresa nos canais online


Imagem: Divulgação


O Grupo SBF (CNTO3), controladora da Centauro, vai se aventurar no mercado de produção de conteúdo e entretenimento. Ele anunciou nesta segunda-feira (14) a aquisição do dono de canais online de cunho esportivo como Desimpedidos, Acelerados, Falcão 12 e Fatality.

A companhia fechou um acordo no sábado (12) para adquirir o Grupo NWB, por R$ 60 milhões. O valor está sujeito a ajustes com base no capital de giro, caixa e endividamento. As ações da empresa fecharam hoje em alta de 3,07%, a R$ 28,53.


Além dos quatro canais, o Grupo NWB é detentor de outros afiliados, que juntos somam mais de 81 milhões de seguidores no Instagram e 73 milhões inscritos no YouTube. Segundo o comunicado, desde que iniciou suas operações, em 2013, a empresa acumulou mais de 10 bilhões de visualizações em seus canais na plataforma de vídeos.


“A transação marca a entrada da companhia no universo do conteúdo e do entretenimento, dando acesso a novas expertises que vão aprofundar a relação do grupo e suas empresas com toda a audiência do esporte, com potencial para gerar valor através da ampliação do tráfego orgânico, da promoção das marcas do grupo nos canais NWB, do crescimento da audiência nos canais do Grupo NWB e do aumento da conversão, por meio de engajamento e recorrência”, diz trecho do comunicado.


Não é incomum


Pode parecer estranho, e pode se dizer que é surpreendente, que o dono da Centauro esteja entrando no mercado de conteúdo, considerando que a especialidade da marca é o varejo de roupas esportivas. Mas o movimento tem precedentes. Em agosto, o Magazine Luiza (MGLU3) anunciou a aquisição do Canaltech, site de conteúdo de tecnologia.


As compras estão associadas a uma estratégia de marketing para atrair consumidores por meio da produção de conteúdo, chamada de inbound marketing. No caso do Magazine Luiza e Canaltech, o consumidor normalmente busca informações a respeito de produtos de tecnologia. Por isso, a varejista resolveu ter um site especializado que possa ajudar na conversão de vendas.

O presidente do Grupo SBF, Pedro Zemel, disse na ocasião da conclusão da compra da operação da Nike no Brasil que a ideia é transformar a companhia em um "ecossistema" no mercado de produtos esportivos.


"Quero ser um ecossistema: conhecer não só o que o consumidor compra, mas toda a sua jornada para oferecer produtos e serviços específicos, como personal trainer, indicação de grupos de corrida, por exemplo", afirmou.

Leia também:

  • ATENÇÃO: Confira o "Segredos da Bolsa" e saiba o que está no radar do mercado

  • Centauro aprova captação de R$ 460 milhões

  • Centauro e B2W fecham parceria para venda online de artigos esportivos

6 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page