top of page

Campus Party 8: confira a lista completa de eventos de games para você curtir.

Atualizado: 24 de mar. de 2021

Por Rodrigo Sanches - 3 de fevereiro de 2015

A 8ª edição da Campus Party começa oficialmente nessa terça-feira (dia 3) e muita coisa bacana vai rolar por lá. Mas o maior evento de tecnologia e internet que acontece entre os dias 3 a 8 de Fevereiro em São Paulo também vai falar de games e outros assuntos relacionados, e nós do Bonus Stage listamos tudo o que você pode fazer por lá – e tem muita coisa nesses dias!

A Campus Party acontece na São Paulo Expo (antiga Centro de Exposições Imigrantes), que fica na Rodovia dos Imigrantes, s/n, Km 1,5. Lembrando que o acesso às palestras e demais eventos é exclusivo aos campuseiros que já garantiram suas vagas. Infelizmente as vagas à venda já estão esgotadas.

O Bonus Stage também estará por lá visitando o evento, e para nos encontrar fique de olho no nosso Twitter para nos acompanhar e trocar uma idéia com a gente!

Confira a lista que separamos para você que curte games. Você pode também acompanhar a agenda completa de eventos a Campus Party clicando aqui.

Freeplay todos os dias

Os campuseiros poderão participar de competições de diversos jogos por lá, como Street Fighter IV, Mario Kart, Marvel Vs. Capcom 3, PES, Just Dance 4, Hearthstone e os MOBAS League of Legends, Smite e DOTA2, e os melhores ainda ganham prêmios! Para participar você precisa se inscrever no site da Campus Party. A jogatina acontece no Palco Marte.

4 de Fevereiro

A palestra comandada por Flávia Gasi, jornalista e autora do livro Videogames e Mitologia: a poética do imaginário e dos mitos gregos nos jogos eletrônicos, foca no processo da criação de narrativas e mecânicas de jogos baseada em mitologia, especificamente nas lendas gregas. No Palco Marte.

Ricardo Farah, da agência SKY7, fala sobre o ingresso ao mercado de games e como torná-lo um negócio lucrativo, além da importância de advergames, gamificação e jogos para dispositivos móveis. No Palco Marte.

Thiago Xavier e Lorrane Lillian falam da evolução dos jogos eletrônicos, que começou nas calculadoras eletrônicas com jogos analógicos até se tornar uma das maiores indústrias de entretenimento. No Campus Experience.

O debate com Rique Sampaio do Overloadr, Fernanda Pineda do UOL Jogos, Julia Basseto e Gabriel Henrique Ferreira foca no preconceito que ocorre no mundo gamer e a tamanha hostilidade entre mulheres, gays, etnias e outros fatores. No Palco Marte.

Tiago Valentim, da Izotonic Games, fala dos desafios enfrentados ao ingressar no mercado de games do Brasil, as estratégias utilizadas, como se mantém hoje e seus planos de desenvolvimento. No Palco Marte.

Pedro Medeiros do estúdio Miniboss, Pérsis Duaik do Duaik Studio, e Henrique Caprino do Pocket Trap falam sobre trabalhar com projetos que alcançaram o sucesso graás a suas experiências com os jogos Out There Somewhere, Aritana e a Pena da Harpia e Ninjin 2, além de dar dicas de como chegar lá. No Palco Marte.

A palestra comandada por Edgard B. Damiani tem o objetivo de apresentar paralelos históricos e psicológicos entre a evolução humana e a evolução dos jogos, indicando tendências positivas e transformadoras para o futuro da espécie humana. No Palco Júpiter.

A apresentação de Vinícius Kiwi Daros e Wilson Kazuo Mizutani mostram o desenvolvimento e construção de jogos utilizando as ferramentas Godot, Maratis e Polycode, que além de permitem desenvolver jogos em Linux, são multiplataforma. No Palco Urano.

A apresentação de Renan Philip, General Manager da Keyd Stars, e Rodrigo Paiva, Gerente de Produto na D-Link, falam das opções de carreira dentro do esporte eletrônico, as necessidades das empresas e os caminhos para o futuro, mesmo para quem não está completamente ligado aos eSports. No Palco Marte.

Thiago Adamo, criador do projeto Game Audio Academy, explica de forma simples e divertida tudo o que é preciso para criar música e efeitos sonoros para jogos. No Palco Marte.

O pessoal do Jovem Nerd faz, como já é costume, uma edição especial do quadro na Campus Party. No Palco Marte.

5 de Fevereiro

Estela Camargo, do Geek Pride, apresenta uma mesa redonda sobre jogos, filmes e séries, além da apresentação do jogo Hacker Experience, que viralizou em 3 dias de lançamento. No Palco Vênus.

Um debate sobre jogos independentes com temas críticos, e relatos da conexão indie entre Brasil e Alemanha, baseados em jogos nacionais classificados para o Festival A.MAZE, de Berlin.No Palco Marte.

A apresentação que reúne Nelson Alves Jr., Bruno Alves Arruda, Heloísa Dall’Antonia, Ricardo da Costa Alves e Makson Lima Jr. mostra os bastidores da criação da Xbox Brasil, além da relação da Microsoft com o público brasileiro. No Palco Marte.

Cassiano Canheti apresenta detalhes do desenvolvimento do jogo do Mundo Canibal junto com os criadores, os Irmãos Piologo. No Palco Marte.

Eddy Antonini, candidato a Deputado Federal, conta como foi o período de trabalho nas eleições quando defendeu a bandeira da Educação, métodos de ensino através de videogames, a produção nacional de games e o reconhecimento do eSportas no país como uma atividade esportiva. No Cross Space.

Lucas Alves Matias fala sobre métodos utilizados em speedruns, o método de terminar jogos da forma mais rápida possível. No Palco Marte.

Guilherme Camargo e Lucas Pestalozzi, CEOs da Sioux e Blend Research, expõem dados de uma pesquisa realizada em 2013 retratando o mercado mobile de games/apps no país, úteis para quem trabalha com games, mercado publicitário ou outro setor da economia criativa. No Palco Marte.

Os jornalistas Théo Azevedo do UOL Jogos, Caio Teixeira do Overloadr, Pedro Falcão do Red Bull Games, Humberto Martinez da revistas PlayStation Oficial e OLD!Gamer, e Pablo Miyazawa da IGN debatem sobre o jornalismo de games no Brasil. No Palco Marte.

A palestra apresentada por Danilo Parise, do Sioux, fala do processo de publishing de jogos e aplicativos, e as maneiras mais eficazes para obter sucesso com um jogo. No Palco Marte.

O jornalista Pedro Falcão da Red Bull Games e os e-atletas Eric Moreira (Street Fighter) e Danilo Nedbone Silva (DOTA2) falam da rotina de um jogador profissional de games e de suas dificuldades. No Palco Marte.

Um debate com Fran Molina, Fellipe Camarossi, Anna Coelho, Jameson Sheen e o nosso colunista Pedro Zambarda sobre os jogos da série Pokémon. No Palco Marte.

6 de Fevereiro

A Labindie promove um campeonato de jogos independentes a todos os campuseiros, premiando os participantes. Ótima pedida pra quem estiver acampando e quiser se divertir. No Palco Marte.

A palestra organizada pelo Grupo Campus Party fala da relação da cibercultura e da relação da realidade virtual utilizada nos jogos eletrônicos, e discute a relação entre as categorias de performance e o MMORPG. No Palco Marte.

Fabricio Tamusiunas, Gerente de Projetos no NIC.br, discute sobre a necessidade de uma qualidade de internet para jogos online e serviços que necessitam muito mais do que alta velocidade, como o caso do Playstation Now. No Palco Netuno.

Bruno Cavalcante e Rodolfo Sikora contam as lições aprendidas no desenvolvimento do Alvanista, a maior rede social de games do Brasil. No Palco Lua.

Para debater o importante diálogo entre academia e indústria, o painel conta com o presidente da IGDA Rio de Janeiro Arthur Protasio e o professor e chefe do Departamento de Computação da PUC-SP David de Oliveira Lemes, que discutirão suas experiências no ramo dos jogos e as conexões entre elas. No Palco Marte.

A jornalista Flávia Gasi fala sobre papel do crítico de games e técnicas jornalísticas para a construção de textos críticos. No Palco Marte.

O fundador da SuperGeeks, Marco Giroto, fala da sua jornada ao voltar do Vale do Silício para ensinar programação para jovens e adolescentes. No Palco Marte.

Os criadores do Alvanista, a principal rede social de games do Brasil, organiza uma mesa redonda sobre a plataforma de conteúdo de games, as peculiaridades da comunidade e como fazer seu perfil ir para os populares. No Palco Marte.

O debate foca em apresentar quais os melhores equipamentos para gamers, colocando os campuseiros frente a frente com os principais fabricantes para tirar dúvidas e debater sobre as tendências para esse ano. No Palco Saturno.

Esteban Clua, um dos fundadores do SBGames, expõe quais são os temas de pesquisa mais relevantes para o setor de videogames, tanto no meio acadêmico como nas empresas. No Palco Marte.

Marco Giroto, fundador da SuperGeeks, comanda um workshop para ensinar o básico de programação utilizando o ComputerCraft, um mod para programar dentro do jogo Minecraft. No Workshop 2.

Os Castro Brothers desafiam convidados e o público presente a participar de uma bateria de perguntas sobre o universo dos games. No Palco Marte.

Thiago Mezanini Bertoni e Alexandre Kikuchi, do Odin Game Studio, falam sobre o desenvolvimento de um jogo eletrônico utilizando o Unity3D, suas principais mecânicas e facilidades para concluir um projeto simples ou complexo. No Palco Júpiter.

A Labindie promove um campeonato de jogos independentes a todos os campuseiros, premiando os participantes. Ótima pedida pra quem estiver acampando e quiser se divertir. No Palco Marte.

7 de Fevereiro

Marielle Zum Bach, do TPM Digital, apresenta um guia para o RPG, como tipos, como mestrar, criar personagens e embarcar em uma aventura interessante. No Palco Marte.

O criador do Museu do Videogame Itinerante, Cleidson Lima, conta aos campuseiros de onde surgiu a ideia dessa criação, quais são os objetivos do Museu, como funciona, qual o seu acervo e por quais cidades brasileiras deve passar. No Palco Marte.

A palestra fala do uso dos games como método de capacitação e treinamento corporativo. No Palco Marte.

Você pode conferir a agenda completa da Campus Party 2015 clicando aqui. Bom evento!



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page