top of page

10 Life Hacks para se tornar um músico mais produtivo.

1. Crie uma Conta de Usuário para Música


Antigamente, a gente recomendava desligar a internet na hora de compor música, mas isso foi antes da web se tornar parte essencial do dia a dia. Além disso, muitos softwares agora precisam de conexão para autenticação, então nem dá pra desconectar totalmente. E tem mais: você teria que deixar de lado todos os smartphones e tablets - aparelhos que nem existiam com as funcionalidades de hoje há dez anos.


Mas olha, vale a pena criar uma conta de usuário separada só para rodar aplicativos de música. Tanto no Mac OS quanto no Windows, as aplicações são compartilhadas entre contas de usuário no mesmo computador, mas as bibliotecas não, a menos que você faça questão. Isso significa que, trabalhando na sua conta, suas fotos pessoais, e-mails e outros documentos ficam na outra sessão. Ok, isso não vai te impedir de ver vídeos de gatos no YouTube, mas qualquer coisa que elimine algumas distrações já é um bom começo.


2. Escreva Algo Todo Dia


Musicians playing flute and guitar.

Isso é o que alguns músicos profissionais fazem e, apesar de ser um desafio, pode dar um gás na sua criatividade a longo prazo. Se obrigar a escrever e gravar algo todo dia, mesmo que seja só uma sequência de acordes ou uns beats, mantém sua mente no modo criativo. Com todo esse material sendo gerado, aumentam as chances de surgir algo incrível que você vai querer desenvolver. Não precisa orquestrar nem mixar - só anote as ideias. Mais ideias significam mais resultados, mesmo que 95% delas nunca sejam usadas.


3. E a Internet…


Stay focused.

Exige uma disciplina daquelas, mas pode ser muito útil desligar o celular quando você tá tentando criar música. A gente se acostumou tanto com os smartphones - até quem acha que não é viciado vive checando - e eles são verdadeiros ladrões de produtividade. Se dúvida, tenta desligar o celular por 3 horas durante o dia e veja o quanto você fica tentado a dar uma espiadinha no Facebook. Muita gente ia sofrer. Acredite ou não, antes da internet estar disponível o tempo todo, a gente tinha que se concentrar no trabalho!


4. Encontre um Espaço de Trabalho ou Estabeleça um Cronograma



Isso pode ser mais complicado porque pode envolver gastar dinheiro para alugar um espaço ou uma sala (músicos geralmente não conseguem trabalhar em espaços compartilhados, por motivos óbvios). Mas só de estabelecer um cronograma já ajuda, mesmo que você não consiga ir fisicamente para um local separado para trabalhar. Isso é o que muitos escritores fazem - definem “horário comercial” para trabalhar. Claro, se você é daqueles que rendem mais à noite, seus horários serão diferentes - e aí, não esqueça dos fones de ouvido!


5. Defina um Objetivo


Parece óbvio, mas criar música “só por criar” nem sempre ajuda a terminar projetos ou fazer algo coeso. Sim, é bom criar, mas deve haver um ponto final em mente. Você tá fazendo um EP? Um álbum? Remixando o trabalho de alguém? Tentando juntar um conjunto de faixas adequadas para sincronização para vender para bibliotecas de música? Sem um objetivo (qualquer que seja), você corre o risco de nunca terminar nada.


6. Pare de Mexer na Arranjo e na Mixagem



Os DAWs modernos nos dão ferramentas ilimitadas para ajustar, adicionar e remover coisas das nossas faixas. Se você não tá pagando por tempo de estúdio, não tem pressão para terminar logo ou parar de adicionar plug-ins ao projeto. Mas chega um momento em que você tem que aceitar que a faixa tá pronta. Comprometa-se com um arranjo e uma mixagem - certificando-se de que está realmente feliz com ambos, claro - e finalize a masterização. Ficar mexendo sem parar não vai te levar muito longe e é inimigo da produtividade.

Espero que essa versão seja útil para o seu blog! Se precisar de mais alguma coisa, é só falar.


7. Simplifique Seu Kit de Ferramentas



Pode parecer estranho, mas alguns dos melhores discos da história foram feitos com pouquíssimos instrumentos e ferramentas. Sim, aquelas fotos de estúdios profissionais cheios de equipamentos incríveis são legais, e tudo bem para algumas pessoas. Mas também dá pra cansar de tanto equipamento - ficar navegando sem parar em menus com milhares de presets em vez de realmente compor alguma coisa. Escolher o som é importante, mas não deve ocupar todo o seu tempo. Sejamos sinceros, muita gente acaba voltando sempre para um pequeno grupo de instrumentos ou plugins, ou até mesmo presets. Pense se isso acontece com você e, se for o caso, desative os plugins que não precisa. Você sempre pode reativá-los depois.


8. Mantenha Seu Fluxo de Trabalho Simples



Você tem 3 teclados MIDI? 5 workstations? 3 telas e dois conjuntos de alto-falantes? Você realmente precisa de tudo isso? Talvez precise, mas se não, que tal guardar alguns deles - ou até vender no eBay - e desentulhar seu estúdio? Menos bagunça é quase sempre algo bom.


9. Mantenha-se Hidratado


Pode ser uma sugestão inusitada, mas é um problema real em muitos estúdios (talvez menos em casa). Em um ambiente que muitas vezes não tem janelas e está sempre cheio de equipamentos eletrônicos - e possivelmente com ar seco vindo dos condicionadores de ar - a desidratação pode ser um problema sério. Mantenha uma garrafa de água por perto, tomando cuidado para não derrubá-la no mixer…


10. Faça Pausas



Tratar a produção um pouco como um trabalho pode ser muito útil, pois ajuda a focar sua mente. Mas também é importante não trabalhar horas a fio, olhando para uma tela e eventualmente se esgotando e perdendo a perspectiva. Faça pausas regulares, levante-se e alongue-se (problemas nas costas são comuns entre pessoas que ficam sentadas o dia todo). Saia um pouco para pegar ar e sol. Almoce em qualquer lugar, exceto dentro da sala de controle. Todas essas dicas de estilo de vida vão ajudar você a ser um músico mais eficaz e produtivo.


Espero que essas dicas sejam úteis para o seu blog! Se precisar de mais alguma coisa, estou à disposição.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page